ARTESP orienta motoristas sobre horários de pico nas rodovias no feriado de Finados

O movimento nas rodovias paulistas que dão acesso ao Litoral e Interior a partir da Região Metropolitana de São Paulo deve se intensificar a partir do início da tarde de sexta-feira (dia 30), em razão do fim de semana prolongado pelo feriado de Finados. A previsão é que o tráfego seja intenso até à noite, mas em alguns casos o volume deve permanecer alto até o início da madrugada, como no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). As concessionárias de rodovias paulistas implantarão operações especiais para garantir mais conforto, segurança e agilidade aos usuários que vão viajar. No sábado (dia 31), o movimento volta a ficar intenso a partir das 7h em algumas das rodovias.

Durante o feriado, mais de 2,6 milhões de veículos devem circular pelas rodovias concedidas paulistas que têm acesso à Região Metropolitana de São Paulo. A ARTESP (Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo) alerta sobre os cuidados em caso de neblina. O período de maior incidência de neblina já terminou, mas em algumas regiões do Estado de São Paulo, o fenômeno climático ainda tem sido observado com certa frequência, como por exemplo, no Sistema Anchieta-Imigrantes. Quando a visibilidade for prejudicada, o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo - tanto de dia como à noite. Nunca deve parar na pista ou ligar o pisca alerta com o veículo em movimento.

Em todas as rodovias haverá reforço no monitoramento, operação e manutenção dos equipamentos operacionais, como call box, câmeras de TV, painéis de mensagem, veículos operacionais e em pessoal. Também está previsto aumento no número de guinchos, ambulâncias e veículos operacionais em geral, além da implantação da operação "papa-fila" nos pedágios para agilizar a passagem nas cabines de cobrança manual, quando necessário. Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia.

LITORAL. No Sistema Anchieta-Imigrantes de 225 mil a 360 mil veículos devem seguir viagem para a Baixada Santista no fim de semana prolongado. O fluxo de veículos em direção ao litoral paulista deve aumentar já na tarde de sexta-feira (30). Com o intuito de garantir melhor fluidez do tráfego, a concessionária Ecovias pretende implantar a Operação Descida (7x3), das 15h de sexta até às 2h da madrugada de sábado (31). Assim, os motoristas com destino a região litorânea poderão utilizar as duas pistas da via Anchieta e a pista sul da rodovia dos Imigrantes. A subida da serra, por sua vez, está prevista para ser feita somente pela pista norte da rodovia dos Imigrantes durante a operação. A previsão é que o esquema especial para a descida seja implantado novamente entre 7h e 21h de sábado (31) e também entre 9h e 14h de domingo (1). Isso porque o volume de tráfego em direção à Baixada deve aumentar durante o período.
O motorista que utilizar o Sistema Anchieta-Imigrantes na tarde de domingo (01), entre 15h e 18h, deverá encontrar a Operação Descida (4x6) em vigor. Com esse esquema de tráfego, a descida será realizada pelas duas pistas da Anchieta enquanto que a subida acontecerá pelas duas pistas da rodovia dos Imigrantes.

Já o retorno para a capital paulista está previsto para se intensificar na noite de domingo (01). Para evitar congestionamentos no sentido São Paulo, a Ecovias realizará a Operação Subida (2x8) a partir das 19h deste dia. Durante este período, os veículos com destino à capital poderão utilizar as duas pistas da rodovia dos Imigrantes e a pista norte da via Anchieta. Já a descida em direção ao litoral será realizada exclusivamente pela pista sul da Anchieta. A estimativa é que o esquema especial de subida fique em vigor até à 1h da madrugada de segunda-feira (02).
Na segunda-feira, a previsão é que a operação subida volte a ser implantada a partir das 10h e permaneça em vigor até às 4h da madrugada de terça-feira (03), devido ao alto número de veículos que a concessionária estima para a volta do feriado prolongado.
É importante ressaltar que as inversões nos sentidos das rodovias ocorrem apenas no trecho de serra, que corresponde do km 40 ao km 55 na Anchieta e do km 40 ao km 57 na rodovia dos Imigrantes.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, onde a ocorrência de neblina é mais frequente, a concessionária Ecovias e a Polícia Militar Rodoviária podem realizar a Operação Comboio, ação na qual os carros que seguem sentido litoral são represados nas praças de pedágio (km 31 da Anchieta e km 32 da Imigrantes) sempre que a visibilidade fica abaixo de 100 metros. Os veículos saem escoltados por viaturas da Polícia Rodoviária e da concessionária a uma velocidade máxima de 40 km/h como medida de segurança.

A estimativa da Ecopistas é que entre 890 e 943 mil veículos passem pelas quatro praças de pedágio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, nos dois sentidos, durante o feriado. A contagem de veículos será realizada entre zero hora de sexta-feira (30 de outubro) e 23h59 de segunda-feira (02 de novembro). Nesse período, a expectativa é que deixem a cidade de São Paulo, passando apenas pela praça de pedágio de Itaquaquecetuba, entre 160 e 210 mil veículos.
Na saída dos motoristas para o feriado, no sentido interior, a previsão é de que o movimento de veículos seja mais intenso das 16h às 19h de sexta-feira (30) e entre 09h e 11h de sábado (31). No retorno a São Paulo, a Ecopistas aguarda maior volume de tráfego das 15h às 18h de segunda-feira (02).

Nos períodos de maior movimento no sentido litoral e interior, a Ecopistas poderá implantar a Operação Faixa Reversível, na qual os condutores que se dirigem à cidade de Campos do Jordão e ao sul de Minas Gerais terão uma faixa exclusiva para trafegar entre o km 128 e o km 130 da rodovia Carvalho Pinto. A faixa da esquerda da pista que opera em direção a São Paulo terá seu sentido invertido e servirá como mais uma opção aos motoristas. A velocidade máxima permitida nesta faixa será de 80 km/h.

Na Rodovia dos Tamoios cerca de 80 mil veículos devem utilizar as pistas rumo ao Litoral Norte durante o fim de semana prolongado. A operação especial terá início na sexta-feira, a partir das 13h, com a implantação de uma faixa adicional, sinalizada por balizadores, para a pista de descida no trecho de Serra (do km 68 ao km 81). A medida visa aumentar a capacidade de fluxo da rodovia, com a disponibilização de duas faixas de rolamento em todo o trajeto na pista sentido litoral. A concessionária que administra a rodovia prevê aumento no fluxo de veículos entre 16h e 22h de sexta-feira e entre 8h e 14h de sábado. Para o retorno do feriado, o pico do trânsito deve ocorrer entre 12h e 22h de segunda-feira.

INTERIOR. A previsão é que até 715 mil veículos passem pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Para sexta-feira o tráfego será mais intenso entre 14h e 20h, enquanto no sábado a expectativa de movimento intenso é entre 8h e 13h. Para a viagem de retorno, o período de maior movimento será entre 12h e 23h de seg unda-feira. A concessionária Autoban irá implantar a Operação Caminhão. No domingo (01) e na segunda-feira (02), das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes devem utilizar a Via Anhanguera no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes. O objetivo do desvio é melhorar a distribuição do tráfego. A concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

Quarta faixa da Free Way reduz em 27% os óbitos em...